Cogumelos Tibetanos, Cogumelos do Iogurte, Fungo do Iogurte, Lotus de Neve, Kin-oko, Tane-oko (Japão), Tibetanischer Pilz (Alemanha), Kefir, Tibico ou Kombucha

                         Uma bebida refrescante que foi cultivada durante muitos séculos pelos povos das montanhas do norte do Cáucaso. A palavra kefir é derivada do turco keif que pode ser forçosamente traduzida como bom sentimento ou sentir-se bem.

                 Possuem a característica de resistir ao suco gástrico, sais biliares e de se adequar à possível presença de antibióticos. Desta forma chegam vivos ao intestino em quantidades suficientes para promover efeitos benéficos e auxiliares na redução de riscos de algumas doenças.

                 Conhecido há muito tempo, conta a história que, os cavaleiros nômades da famosa Horda Dourada de Gengis Khan (por volta de 1222), por enfrentarem longos dias em cima do lombo de animais e sem tempo de buscar comida, carregavam  em sacos de couro,  a bebida fermentada que produzia o que chamavam de Kouniss. Os descendentes das hordas dos mongóis, que se estabeleceram nas montanhas ao sul do Caucaso, na Russia, desenvolveram um herdeiro no kouniss ao qual deram o nome de Keif ou Kefir,  uma bebida um pouco ácida, densa e refrescante a base de leite fermentado por microrganismos.


           Quando fermentado por mais de 48 horas ele não deve ser ingerido.

                 Tempos depois um famoso cientista russo, Mechinkov, em seus estudos, percebeu a longevidade do povo do sul do Caucaso e creditou tal feitos ao consumo regular do Kefir.

                 Pesquisas americanas, russas e japonesas atuais deixam claro o benefício do Kefir atuando na imunidade do organismo, melhora na digestão da lactose, e inibição de agente patógenos, entre tantas a bacteria Helicobacter Pylori, causadora de úlceras.  Deste modo é normal  na Asia Central e Russia, médicos receitarem consumo do Kefir para problemas de Colesterol alto, Ulceras em geral, alergias, tuberculose, disturbios gastrointestinais e câncer em geral.

                 Foi levado para o México pela Madre Teresa de Calcutá que desejava salvar aqueles povos, especialmente aqueles de poucos recursos ou de lugares mais afastados onde não havia doutores ou remédios. Em contato com monges tibetanos, lhe ofereceram os tais Tibicos ou Kefir. A única condição era de que não fosse comercializado, isto é, que para obter fosse gratuito.

                  Estes organismos produzem um tipo de fermentação alcoólica em água ou leite.   Os gránulos são translúcidos, soltos e com um tom caramelado.  Se cair sobre uma superfície dura, salta como de borracha

                           É um alimento facilmente digerível e uma rica fonte de proteínas e cálcio, que pode ser incluído na dieta diária de qualquer pessoa. Em linhas gerais promove uma purificação orgânica que auxilia a saúde e conseqüente-mente a longevidade.

                 Kefir também é rico em vitamina B12, B1 e vitamina K. É uma fonte excelente de biotina, a vitamina B que aumenta a assimilação das outras vitaminas do complexo B. Seus grãos têm propriedades antitumorais, antibacterianas e antifúngicas e seu consumo diário produz bons efeitos em convalescença após doenças graves. Quando se têm afecções crônicas, deve-se beber kefir pela manhã, ao meio dia e à noite, ½ litro por vez. Digestivo, dificilmente produz intolerância ou efeitos colaterais. A ingestão diária de 1 litro de kefir tem efeito comprovado no auxílio do tratamento de:

* Distúrbios nervosos (ansiedade, insônia, síndrome de fadiga crônica)
*
Catarros bronquiais e outros problemas respiratórios
* Alergias (em caso de erupções cutâneas, a ingestão de ½ litro por dia basta e recomenda-se o uso externo, friccionando o kefir nas áreas afetadas e deixando secar na pele)
* Escleroses
* Reumatismo e L.E.R. (lesões por esforços repetitivos)
* Tumores
* Problemas cardiovasculares (infarte e arteriosclerose)
* Problemas de vesícula
* Disfunções hepáticas
* Problemas renais e icterícia
* Doenças do estômago: gastrite, úlceras, regulariza a digestão
* Problemas intestinais: diarréias, intestino preguiçoso ou preso, hemorróidas
.
* Problemas de sangue: anemia, leucemia
* Problemas de pele: dermatites, eczemas, lúpus, cândida, psoríase, herpes
* Males do Século: irradiações, exposições a monitores de vídeo, na desintoxicação de poluentes tóxicos
* Excesso de peso: acentua amplamente a assimilação de nutrientes e equilibra de maneira geral as funções do organismo, provoca uma sensação agradável de saciedade, que reduz o hábito de comer por compulsão, depressão ou ansiedade. O kefir, especialmente o de leite, pode ser usado nos lanches entre as refeições, substituindo outros alimentos mais calóricos, mesmo quando batido com frutas e cereais, desde que se evite o uso de açúcar ou mel. No entanto não é recomendada a associação simultânea de kefir com jejum e para os que gostam de jejuar, o uso nestes dias pode ser suspenso. Se alimentar só de kefir é uma atitude errada e contra-indicada.

               Goji berry é pro- vavelmente a fruta mais rica em nutrientes que existe no planeta.

         São uma fonte de proteína completa. Contêm 18 aminoácidos diferentes, entre os quais estão os 8 essenciais ao corpo humano.
         Contêm até 21 minerais, entre os quais: zinco, ferro, cobre, cálcio, selénio e fósforo. As Goji berrys contêm também vitaminas B1, B2, B6 e vitamina E. E também polissacarídeos, que fortificam o sistema imunitário, sendo que este é um dos elementos responsáveis pelo seu extraordinário efeito antienvelhecimento.        

          Muitos estudos publicados nos últimos anos,  principalmente na China,

reportam possíveis efeitos medicinais das Goji berrys, especialmente devido às suas propriedades anti-oxidantes, incluindo potenciais benefícios contra doenças cardio-vasculares e inflamatórias, problemas de visão, do sistema neurológico e imunitário. Também se lhe atribuem propriedades anti-cancerígenas.
                  É uma fruta anti-envelhecimento por excelência, aumentando os níveis de energia, ajudando no processo digestivo e na perda de peso,  por ser tão concentrada, basta comer pouca quantidade para se sentir saciado e bem nutrido.
                  Os aminoácidos presentes nestas pequenas bagas estimulam o funcionamento de células brancas até 300%, tornando muito difícil que quem as consome fique constipado ou com gripe.
                  Uma das mais recentes descobertas acerca dos benefícios das Goji berrys é a sua capacidade de melhorar os níveis de insulina nos diabéticos. 
                  As Goji berrys têm ainda a propriedade de o fazer rir e sorrir durante o dia todo. Por isso há quem lhes chame de happy berry ou smiling berry.

            O Mirtilo ou Blueberry é uma das frutas frescas mais ricas em antioxidantes.

               O Mirtilo é uma das frutas frescas mais ricas em antioxidantes já estudadas (pigmentos antocianos). Tem um conteúdo particularmente elevado de polifenóis tanto na casca quanto na polpa, que conferem funções como: combate aos radicais livres, antiinflamatório, melhora a circulação, reduz o colesterol ruim e melhora a saúde dos olhos (prevenção de glaucomas e cataratas).

               O mirtilo não é apenas uma fruta saborosa. Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) comprovaram que o mirtilo produzido no Brasil tem as mesmas características do blueberry – a versão original da fruta, cultivada nos Estados Unidos e na Europa – e possui a mesma quantidade de pigmentos antocianos.

    A  maca peruana (Lepidium meyenii) tem sido um alimento tradicional e medicinal no Peru nos últimos 2000 anos.

                 Cresce em altitudes elevadas nas montanhas dos Andes peruano. Esta planta sobrevive apenas em áreas extremamente frias com um solo relativamente pobre. A raiz de maca tem alto valor nutricional contendo muitos minerais como cálcio, potássio, ferro, magnésio, fósforo e zinco. Esteróis (6 tipos), e contém 20 aminoácidos, lipídios, fibras, carboidratos e proteínas.

              Para os índios andinos, a raiz orgânica da maca é um produto energético que aumenta a potência sexual. A raiz de maca seca, doce e picante, é considerada uma especiaria. O governo peruano tem feito grandes investimentos em pesquisa científica para provar efeitos positivos.

                 Praticantes de medicina e ervanários nativos usam a maca para reduzir os sintomas negativos da menopausa, tais como afrontamentos, secura vaginal e depressão. A maca também ajuda a memória.
                 Relatórios de instituições educacionais e científicas peruanas mostraram aumentos significativos (120-200%) na resistência sexual, na energia física, na reação a situações estressantes, e um aumento tanto no número como na atividade de espermatozóides.
    

                  Podemos encontrar na constituição deste tubérculo cálcio, magnésio, fósforo, ferro, iodo entre outros. O valor nutritivo da Maca é de tal forma elevado que, durante a época colonial, era utilizada como moeda de troca no comércio e era até oferecida aos deuses. Porém, durante muito tempo, esta planta foi negligenciada e, apenas nas últimas décadas, devido a inúmeros estudos realizados que comprovaram as suas propriedades, se voltou a dar-lhe a importância que merece.

             O Mirtilo ajuda na prevenção do câncer e de doenças degenerativas. Tem propriedades antissépticas, anti-hemorrágicas e antidiarréicas.

   Confira a tabela nutricional do mirtilo:

             Quantidade: 100g

             Carboidratos: 14,49g
             Proteínas: 0,74g
             Gordura total: 0,33g
             Calorias: 57kcal
             Vitamina A: 3mcg
             Vitamina B6: 0,06mg
             Vitamina B12: 0mcg
             Vitamina C: 9,7mg
             Vitamina E: 0,57mg
             Vitamina K: 19,30mcg
             Cálcio: 6mg
             Ferro: 0,28mg
             Cobre: 0,06mg
             Magnésio: 6mg
             Selênio: 0,1mcg
             Potássio: 77mg
             Fósforo: 12mg
             Sódio: 1mg
             Zinco: 0,16mg
             Água: 84,21g
             Açúcares: 9,97g
             Colesterol: 0mg
             Fibra: 2,4g
             Ácidos saturados: 0,03g
             Ácidos monossaturados: 0,05g
             Ácidos poliinsaturados: 0,15g

Tabela Nutricional do Cranberry

Valores por cada 110 gramas da fruta / referente a necessidade de ingestão diária.

Proteínas     1%
Carboidratos 4%
Fibras 20%
Gorduras                                        0%
Vitamina A 1%
Vitamina C                                       24%
Vitamina E                                         7%
Vitamina K 7%
Tiamina 1%
Riboflavina 1%
Niacina 1%

Vitamian B6 3%
Ácido pantotênico 3%
Cálcio 1%
Ferro 2%
Magnésio 2%
Fósforo 1%
Potássio 3%
Cobre 3%
Manganês 20%

       O Cranberry é uma pequena fruta de cor vermelho escuro, seu nome oficial é Oxicoco.

                      A substância ativa do cranberry é a proantocianidina (PAC). Esta substância, além de impedir que as bactérias fiquem aderidas no epitélio (revestimento mucoso) do trato urinário, tem efeito antioxidante, semelhante ao dos flavonóides.

              Os benefícios do cranberry com a infecção úrinaria já foram comprovados e são muito conhecidos e utilizados.

                     A aterosclerose, no termo mais simples, é a acumulação nas artérias da lipoproteína de baixa densidade (LDL) ou "mau colesterol" tendo por resultado um fluxo restrito do sangue.

             Nos estágios avançados da doença o fluxo sanguíneo pode ser diminuído severamente ou cessar completamente tendo por resultado a angina, a trombose e/ou o infarto do miocárdio. Os flavonóides foram mostrados como potentes antioxidantes in vitro e in vivo e podem reduzir o risco da aterosclerose.

                       As úlceras pépticas estão aumentando constantemente e ao contrário da causa ser o estresse e/ou a acidez estomacal, seu crescimento se dá pela infecção da bactéria Helicobacter pylori. Um constituinte de alto peso molecular presente no suco de Cranberry foi usado para inibir a adesão do H. pylori no fluído gástrico in vitro. Estes resultados preliminares sugerem que o Cranberry pode ser benéfico na prevenção de úlceras pépticas com a inibição da adesão do H. pylori no epitélio gástrico. O H. pylori é capaz de sobreviver no revestimento da mucosa do estômago e do duodeno neutralizando o ácido do estômago, em seu ambiente local, através da hidrólise da uréia.

              Em países ocidentais aproximadamente 50% das pessoas acima de 60 anos são afetadas. 25 milhões de americanos sofreram de úlcera péptica em alguma fase de sua vida e existem aproximadamente 1 milhão de hospitalizações por ano relacionadas às úlceras nos E.U.A. A maioria dos adultos (80-90%) e 10% das crianças são afetadas. Além das úlceras, a infecção por H. pylori é ligada aos adenocarcinomas gástricos (câncer de estômago), a doença de refluxo e as gastrites (inflamação no estômago).

         Surgido no Sudeste Asiático, o Noni, ou Morinda Citrifolia, é uma árvore que dá a fruta conhe-cida por trazer muitos benefícios à saúde

                         De acordo com especialistas americanos, a fruta ajuda a combater doenças cardíacas, distúrbios digestivos, diabetes, doenças autoimunes, acidentes vasculares cerebrais, câncer e problemas de peso. Apesar das pesquisas apontarem inúmeros resultados favoráveis da fruta, ainda não há testes feitos em grande escala, o que impede a comunidade científica de ter um consenso sobre a eficácia do noni. Alheias às discussões científicas, e acreditando em todos estes supostos benefícios, muitas pessoas têm aderido ao consumo do noni.

                   O Noni possui em sua composição a escopletina, um componente natural que pode ajudar o sistema imunológico e também as células a absorverem mais rapidamente os nutrientes, é rico em vitamina c, possui betacaroteno e vitamina A, e com eles possui propriedades antibióticas.

                   Além disso, a fruta tem substâncias desintoxicantes como arginina, reguladores de pH, como carbonatos, estimulando a digestão e também antraquinonas, antioxidantes, como flavonoides, etc. Todos eles são componentes que ajudam o organismo, não só na limpeza do corpo, como também acabam auxiliando no emagrecimento.
    noni possui óxido cítrico e ômega 6, que auxilia a dilatar os vasos, melhorando a circulação e consequentemente a memória.

            Inúmeras pesquisas foram feitas com o objetivo de descobrir qual o total de benefícios que a cranberry pode proporcionar ao ser humano. Alguns deles são:

-3 vezes mais antioxidante que a vitamina C;

-Ajuda a diminuir o risco de infecções;

-Tem propriedades que ajudam a colonização bacteriana na superfície dentária, conseqüentemente combate o desenvolvimento de cáries e doenças periodontais

-Já foi comprovado por estudos que o cranberry atua na prevenção, principalmente, do câncer de mama.A cranberry é rica em antocianinas, proantocianidinas e vitamina C, que apresentam potente ação antioxidante, combatendo os radicais livres e retardando o envelhecimento precoce da pele.

-Rica em flavonóides, como quercetina e mirecetina, que apresentam propriedades antioxidantes. Reduz a oxidação do LDL- colesterol e promove aumento dos níveis de HDL – colesterol. Forte efeito na prevenção de doenças cardiovasculares, melhora a saúde do coração.

-O suco de cranberry pode auxiliar na prevenção de úlceras pépticas, pois é capaz de inibir a adesão e proliferação do H. pylori no epitélio gástriico.

-O cranberry auxilia na proteção das células cerebrais contra danos causados por radicais livres e perda das funções cognitivas. Auxilia na prevenção do Mal de Alzheimer,rica em compostos bioativos que protegem contra a degeneração de neurônios.

-Dados da literatura também apontam que o consumo do suco reduz a concentração urinária de ácido úrico, bem como os níveis plasmáticos.

-Os Cranberrys contêm quantidades significativas de flavonóides e de compostos polifenólicos que foram demonstrados para inibir a oxidação da lipoproteína de baixa densidade (LDL) ou "mau colesterol.


               Os resultados preliminares indicam que é convincente a evidência de que o Cranberry pode ajudar a proteger o cérebro dos danos neurológicos.

               Deve ser utilizado com extrema precaução em crianças com idade abaixo de 2 anos. Utilizar com cautela em indivíduos sob medicação e com condições médicas pré-existentes.

 

 

 

"Não existe outra fruta, conhecida até o momento no mundo, com maior teor de vitamina C do que o Camu-camu"

      

       Tem também propriedades antioxidantes, antinflamatórias, que protegem o coração e atuam na prevenção e terapia de alguns tipos  

                                  

              

de câncer. A fruta age na proteção de distúrbios gastrointestinais, na desintoxicação corporal e auxilia na perda de peso.

              O camu-camuzeiro (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh) é uma das fruteiras tipicamente amazônicas, que crescem na beira dos rios e lagos de toda a bacia Amazônica. O seu habitat varia desde solos férteis da várzea do Peru, onde há influência direta dos Andes, até solos paupérrimos da praia de areia branca do Rio Negro.

              O camu-camu é conhecido como fruto mais rico em vitamina C, que varia de 800 a 6.100 mg/100 g de polpa, e sua estabilidade é muito boa. O fruto maduro tem maior teor do que o fruto verde, ao contrário da acerola. Sendo assim, tem potencial para alimentação rica em vitamina C (sulco, néctar, refrigerante gaseificado, geleia, sorvetes, bombons, balas), cosméticos (creme facial, xampu e condicionador) e fármacos (comprimido, tablete, microcapsulado). O suco de camu-camu, feito com fruto maduro, tem coloração róseo-vermelhada, bastante bonita, causada pela antocianina. Esta antocianina também é um poderoso antioxidante; comparando com outras frutas, superaram facilmente o açaí, mirtilo, maçã, laranja. A análise realizada pelo Laboratório de Brunswick, em Boston, Massachusetts, apresentou 52.969 µmol TE/g composto por cinco radicais, de antioxidantes.

               Porém, o ponto mais interessante é a transformação de polpa em pó hidrossolúvel com alta concentração de ácido ascórbico (até 23%) e preservação de antocianinas para dar coloração no suco e permanência de aroma do fruto.

                   Por conter um alto teor de ácido ascórbico e ácido cítrico, o camu-camu é um poderoso anti-oxidante. E pode funcionar como coadjuvante na eliminação de radicais livres, retardando o envelhecimento, além de fortalecer os sistemas imunológico e nervoso e estimular o sistema cardíaco. Com estas propriedades, o camu-camu impõe-se no topo da lista das matérias-primas das indústrias de medicamentos, cosméticos, alimentos e bebidas. Mesmo após o cozimento, ele não perde a vitamina C, como ocorre com outros frutos.

                    Não é à toa, portanto, que as propriedades e benefícios do camu-camu têm despertado o interesse de outros países na importação da polpa e do fruto. Por outro lado, infelizmente, o camu-camu ainda não é popular na mesa do brasileiro, mesmo de quem mora na Amazônia. O fruto praticamente só é encontrado em seu estado natural, à beira dos igarapés e rios ou em regiões permanentemente alagadas. Plantações comerciais ainda não são comuns. Mas a Embrapa Roraima vem realizando pesquisas que podem, num futuro bem próximo, transformar o camu-camu no fruto da vez.

ALIMENTAÇÃO NATURAL CEREAIS ERVAS E MUITO MAIS